12 Dicas de Como Gravar Vídeos com Smartphones

Estas 12 Dicas de Como Gravar Vídeos com Smartphones são a base para você dar o primeiro passo na produção de vídeos de excelência para a divulgação do seu negócio na Internet.

Você vai ter em mãos um verdadeiro Manual de Procedimentos para gravar vídeos de excelente performance, sem precisar investir inicialmente em equipamentos caros.

Estamos vivendo na Era Digital onde a maioria das pessoas possui o chamado “telefone móvel”

Além obviamente do propósito deste aparelho que é o da comunicação verbal através de ligações, através deste “telefone inteligente” as pessoas estão 24 horas por dia conectadas, seja por um aplicativo ou pelas Redes Sociais.

Este pequeno dispositivo permite com que também tenhamos acesso às informações e acontecimentos em tempo real, instantaneamente. E dadas as circunstâncias, otimizar o uso desta ferramenta é mais do que uma atitude a ser considerada!

E como você pode otimizar o uso do seu Smartphone?

Se você me acompanha sabe que minha missão é ensinar a minha audiência a produzir vídeos de qualidade para divulgar negócios (marcas, produtos ou serviços) na Internet. E, neste sentido, este material poderá ser um forte aliado. principalmente para quem deseja entrar para o mundo do vídeos online, mas que não possui uma câmera profissional para começar.

Que um equipamento de ponta ajuda na qualidade da imagem em um vídeo, não temos dúvida. Mas, atualmente os Smartphones podem tranquilamente substituir estes equipamentos mais sofisticados e específicos para gravar vídeos.

Porém, para que este equipamento possa apresentar um resultado de excelente qualidade é preciso observar algumas técnicas simples e tomar alguns cuidados que possibilitarão toda a qualidade necessária para uma produção digna de aplausos.

Lembre-se de que não existe uma segunda chance para se causar uma primeira boa impressão, então você precisa caprichar na qualidade que você exibe nos seus vídeos.

Você pode estar se perguntando agora mesmo: Michael, dá para gravar com qualidade usando um Smartphone?

Minha resposta para você é que SIM! Dá para produzir vídeos incríveis utilizando um simples Smartphone.

Neste material vou te mostrar propositalmente de forma resumida as técnicas que você mesmo pode utilizar para gravar melhor utilizando um Smartphone, independente da marca, seja ele um Android ou iOS.

PASSO 1: Preparar o Conteúdo para Filmar

Elabore alguns pontos importantes ou um script ou uma pauta resumindo os principais itens a serem incluídos no seu vídeo.

Um dos fatores mais complexos para gravar vídeos é saber o que abordar e, neste ponto, saber como fazer uma pauta para gravar vídeos pode facilitar muito o restante do processo, pois é a pauta que possibilita a você pensar nas variáveis e constatar quais são os seus tipos de clientes, os quais precisam receber informações relevantes através dos vídeos.

É descabido produzir conteúdos que agradem somente a você mesmo. É necessário pensar em assuntos que agradem a sua audiência. E é exatamente isso que torna esta etapa tão complexa.

Para saber como planejar e esquematizar todos os detalhes do vídeo e até mesmo o seu dia de gravar CLIQUE AQUI.

PASSO 2: Selecione um Local Adequado

 

Para saber o local ideal para gravar seus vídeos, considere em primeiro lugar o que você vai transmitir. A mensagem precisa ter conexão com o ambiente.

Na cena onde o dono de uma empresa vai gravar, por exemplo, ele deve estar em primeiro plano e, ao fundo, os funcionários executando normalmente as suas tarefas ou ainda maquinários em funcionamento.

Enfim, neste caso o ambiente deve remeter àquilo que o empresário oferece como negócio.

É uma excelente estratégia de engajamento, pois estas cenas ficarão gravadas no subconsciente do seu público e eles se lembrarão de você quando quiserem informações sobre o seu nicho de mercado.

Outro ponto importante é sempre que você for definir o local, além de considerar se ele tem conexão com o que você vai transmitir no vídeo, é preciso saber também se ele está preparado para o tipo de gravação que você deseja produzir.

Se você planejou gravar algum assunto que demande a total atenção da sua audiência o ideal não é fazer externas, pois neste tipo de cenário há muita movimentação e a possibilidade de ocorrer diversos fatores que podem arruinar a sua gravação.

Ambientes externos são ideais para gravação de dicas. Mesmo assim é preciso tomar alguns cuidados para não perder todo o trabalho e tempo.

Sim! É possível tratar ruídos ou mesmo movimentos na hora de editar o vídeo, mas, acredite, não dá para fazer milagres!

Antes de arriscar, faça testes. Visite o local, observe a movimentação de pessoas, se há animais como cachorros ou pássaros nas redondezas.

Ambientes onde há construções mesmo distante pode atrapalhar o seu áudio. Por isso, fazer testes é a forma mais eficaz para não arruinar o seu dia e aproveitar ao máximo todas as cenas da sua gravação.

Outro fator muito importante é a escolha de locais fechados (ou ambientes internos). Uma livraria, por exemplo.

Eu mesmo já fiz gravações em livrarias, lojas de móveis planejados, shoppings, etc.

Neste caso, lembre-se sempre de entrar em contato antecipadamente com o gerente ou mesmo com o dono do
estabelecimento e verificar a possibilidade de usar algum espaço específico que você tenha e mente.

É bom ter a ideia definida para aumentar as chances do dono do estabelecimento autorizar.

Se o ambiente escolhido for algum cômodo da sua casa, você precisará cuidar de alguns aspectos importantes, como:

– Tamanho do cômodo: locais pequenos requerem organização, pois na hora de gravar você precisa de espaço para enquadramento e efeitos de iluminação perfeitos para manter a qualidade do vídeo.

Além disso, espaços pequenos tendem a causar mais acidentes com equipamentos. Imagine tripé para cá, cabos para lá, softboxes e outros equipamentos ocupando o mesmo espaço, por isso, se optar por um espaço menor, procure deixá-lo o mais organizado o possível.

– Acústica: O ideal é buscar ambientes isolados do barulho externo. Áreas residenciais tendem a ter mais ruídos ou barulhos, seja de carros de som, cachorros latindo, vizinhos ouvindo música, etc. Caso não consiga o isolamento necessário, deverá investir em outras estratégias para que isso aconteça.

Certamente você já deve ter observado algum estúdio profissional nesses programas de TV. O ambiente é todo forrado com um tipo de espuma escura ou, em alguns casos, com embalagens de caixa de ovos (recurso mais popular e menos oneroso). Este tipo de material é conhecido como amortecedor de som.

Mas, não é só a espuma que ajuda a eliminar o eco. Materiais macios como lonas, cortinas, madeiras e tapetes absorvem as ondas sonoras e quase não refletem o som. Por isso as paredes dos auditórios, por exemplo, são geralmente cobertos de madeira.

No caso dos vídeos, você vai precisar fazer um tratamento acústico no ambiente onde habitualmente são feitas as suas produções. Pode ser facilmente resolvido com o uso de alguns detalhes, tais como: cortinas grossas nas janelas, tapete de pêlo alto (grosso), por exemplo.

Caso não seja possível colocar cortinas, você pode usar colchões de solteiro encostados nas paredes (principalmente nos cantos), o usar almofadas dispondo-as estrategicamente para diminuir a reverberação do som no estúdio.

Ponto-chave que você precisa saber: NÃO EXISTE microfone que elimine eco! Não se iluda!

Para eliminar o eco, somente usando materiais que ajudem a absorver a reverberação do som.

O problema de eco nos vídeos é mais comum do que se imagina, mas, definitivamente, se você quer fazer vídeos de excelência e manter a atenção da sua audiência, invista na qualidade da acústica do seu estúdio.

– Cor das paredes: Parece supérfluo, mas a cor das paredes também influencia na imagem do seu vídeo. Isso acontece porque as cores podem funcionar como refletores e alterar a cor da imagem captada pela câmera.

Por isso, dê preferência às cores foscas e neutras, fazendo com que a luz seja absorvida e não refletida!

PASSO 3: O enquadramento do Smartphone

O enquadramento correto é manter o Smartphone com a lente à altura dos olhos.

Lembre-se que esta é uma das táticas que você deve ter atenção antes de começar a gravar. Olho no olho!

O contato visual é uma super arma para ajudar o seu público a se conectar com a sua mensagem. Além de ser uma estratégia que demonstra profissionalismo, ela transmite confiança e segurança ao espectador.

Outro detalhe importante quando se trata de enquadramento:

Nunca olhe para a tela, SEMPRE OLHE PARA A LENTE DA CÂMERA!

 

Se você olhar para a tela, ou seja, ficar SE OLHANDO enquanto filma, seu olhar não estará no seu público, eles verão você olhando para outro ponto, e isso é péssimo, pois gera desconexão.

Para estabilizar seu Smartphone na altura correta:

  • Você pode usar um tripé comum como os modelos usados por fotógrafos (mas vai precisar de um adaptador universal para acoplar seu celular ao tripé).

  • Outro modelo de tripé super útil é o famoso “GorillaPod”, um mini tripé flexível que se adapta a qualquer superfície e é facilmente encontrado no Mercado Livre.

  • Na falta de um tripé, não se preocupe! Empilhe alguns livros ou caixas onde seu Smartphone poderá ser disposto de maneira que não venha a cair. Faça testes até que o enquadramento fique ideal (à altura dos olhos), e pronto!

PASSO 4: Acione o modo “avião”

Lembre-se sempre de colocar seu celular no modo “avião”.

Esta função que foi criada para desabilitar conexões e manter a segurança de voos, é uma excelente aliada para evitar chamadas ou interrupções durante a filmagem.

Como acionar esta função?

  • No Android: A maneira de ativar o modo avião pode variar entre os dispositivos, mas em geral basta acessar o menu de Configurações, entrar na seção “Mais” e marcar a opção de “Modo para avião”. Simples assim.
  • No iOS: Abra a Central de Controle na tela de Início e toque no ícone do Modo Avião no iPhone. Você também pode acessar Ajustes > Modo Avião e tocar no controle deslizante para ativá-lo.

PASSO 5: Posição Correta do Smartphone

Filmar com o telefone na posição vertical pode parecer ótimo quando você está olhando para a tela do Smartphone, mas assim que você joga o vídeo para qualquer outro lugar, o resultado será uma imagem no meio da tela com faixas pretas em ambos os lados.

 

Por isso, o correto é SEMPRE dispor o seu Smartphone na posição horizontal, nunca na vertical.

PASSO 6: Cuidados com a Lente 

Embora as câmeras nos Smartphones não possuam os mesmos recursos que um equipamento profissional específico como as máquinas fotográficas digitais, a diferença pode estar em como você manuseia o aparelho.

Durante o manuseio do Smartphone, que é um aparelho multifuncional, a lente é um dos dispositivos que mais sofrem danos, o menor deles é a sujeira.

Porém, por menos significativa que seja, qualquer tipo de interferência na imagem da lente do Smartphone pode colocar em risco todo a produção do seu vídeo.

Por isso, manter cuidados como a limpeza da lente do seu celular é algo que precisa ser considerado.

O processo de limpeza é super simples e exige pouco esforço, um pano felpudo, uma flanela limpa ou papel toalha molhado já é o suficiente para garantir a limpeza.

Basta ter cuidado para não usar algo que venha arranhar e danificar a lente do seu celular.

O objetivo principal é limpar qualquer poeira, sujeira ou gordura que possa ter acumulado nas lentes de forma que a imagem fique completamente limpa e nítida.

PASSO 7: Como Captar o Áudio no Smartphone

Um dos elementos essenciais que faz parte da arte de produzir vídeos e que você precisa considerar é o ÁUDIO.

O áudio é responsável por pelo menos 50% da qualidade dos vídeos.

Tenha certeza, um áudio ruim pode aniquilar todo o seu trabalho, pois tem o poder de passar uma impressão negativa para o público, que pode nunca mais voltar a assistir seus vídeos.

Não adianta ter aquela qualidade espetacular de imagem, se o áudio não estiver à altura.

Pensando em te ajudar nesta etapa tão importante, segue abaixo 6 opções super válidas para que a captação do áudio das suas produções com o Smartphone seja possível e entregue um excelente resultado:

DICA 1: Utilize um microfone de lapela

Basta colocar por baixo da camisa de forma que o fio não apareça no vídeo. Os modelos que recomendo são:

– Audio Technica ATR3350: este possui um cabo longo que permite você se posicionar um pouco mais distante do Smartphone e poder ter um ângulo diferenciado.

– Rode Smartlav Lavalier: apesar de ter um cabo curto, ele entrega um ótimo resultado na captação do áudio.

DICA 2: Usar 2 Smartphones

Você pode aproveitar um Smartphone um pouco mais velho para fazer a captação do áudio, ao invés de comprar um gravador externo.

Basta você acoplar este Smartphone em um suporte, com o lado onde fica o microfone voltado para a sua direção e pronto!

Lembre-se de cuidar para que este Smartphone não apareça na cena.

DICA 3: Microfone de lapela e o seu Smartphone como gravador

Se você tiver um segundo Smartphone, pode colocar o microfone de lapela como o da Rode.

Basta abrir o aplicativo de gravação, plugar o seu microfone e começar a gravar.

Não se esqueça de testar se o áudio está sendo realmente captado.

DICA 4: Outros tipos de microfones: Microfone Direcional

– Microfone Boom: Outra forma de você captar o seu áudio com qualidade utilizando o seu Smartphone é com o microfone direcional.

Você só precisa utilizar a mesma solução do pedestal.

O único diferencial é que você vai precisar usar um adaptador para plugar no seu Smartphone (cabo adaptador P3 – P2) que pode ser facilmente encontrado no Mercado Livre ou na Amazon.

Lembre-se que como você vai precisar usar o suporte, será necessário um extensor de microfone P2.

Além disso, como se trata de um microfone direcional, portanto você deve apontá-lo diretamente para a sua boca cuidando para que o equipamento não apareça no vídeo.

– Microfone Yoga HT-81: Você só vai precisar trocar o plugue de um P10 para um P2 (que pode ser feito em uma eletrônica). Com o adaptador, ele pode ser plugado direto no seu Smartphone.

DICA 5: Microfone sem Fio

Esta é uma maneira um pouco mais engenhosa que requer um pouco mais de criatividade com o áudio de um transmissor e um receptor.

Com isso eu consigo fazer a transmissão do vídeo diretamente pelo Smartphone com uma qualidade de áudio muito boa.

Você pode, inclusive, criar o seu microfone sem fio a partir de um fone de ouvido que não use mais.

DICA 6: Gravador externo

Eu utilizo o modelo Zoom H4, mas pode ser qualquer outro tipo de gravador que permita você gravar o áudio separadamente do seu Smartphone.

O posicionamento é o mesmo já mencionado nas outras dicas usando o suporte (pedestal). Depois é só sincronizar o áudio na edição.

> CLIQUE AQUI para saber como sincronizar o áudio na edição.

PASSO 8: Evite Surpresas Desagradáveis

Imagine chegar ao local pré-determinado, num dia lindo de sol (previsão a qual você pesquisou dias antes), montar todos os seus equipamentos, iluminação, áudio, verificar o ponto exato onde você vai se posicionar para gravar e, de repente, “Low Battery”

Seu celular está descarregado ou sem espaço na memória.

Pense no tempo que você perdeu por não ter dado a devida atenção a este pequeno detalhe.

Por isso, esta dica não poderia deixar de ser mencionada aqui!

Estar em uma dessas situações é terrível, além da perda de tempo, faz com que você se sinta frustrado e, neste caso, esqueça! O dia acaba neste momento, pois é importante considerar que você esteja num bom momento para gravar sem que o seu mau humor apareça no vídeo.

Portanto, lembre-se sempre de verificar o carregamento da bateria do seu aparelho e também se há memória suficiente.

A quantidade de espaço de armazenamento aconselhável varia de acordo com cada aparelho, mas é aconselhável ter em média 1,3GB de memória para cada 10 minutos de gravação.

Se você constatar que não tem espaço suficiente na memória do seu celular faça backup de fotos, vídeos e arquivos no seu laptop ou outro dispositivo, e remova-os do seu computador.

PASSO 9: Ajuste de Iluminação

Para fazer uma boa iluminação artificial no seu vídeo você não precisa necessariamente investir em equipamentos caros.

Com materiais super baratos e que, muito provavelmente, você já tem aí na sua casa, é possível tranquilamente montar um set up com a iluminação ideal.

Antes de efetivamente partir para a gravação, é necessário ter uma noção de como as luzes deverão estar posicionadas a fim de esquematizar todos os efeitos desejados na imagem final.

Existem algumas técnicas a serem observadas na hora de montar a iluminação. Uma delas é a chamada iluminação de 3 pontos, sendo:

– Luz principal
– Luz de preenchimento
– Luz de fundo 

E ainda a contra-luz.

ESQUEMA DE CONTRA-LUZ:

A contra-luz é um efeito muito importante, pois proporciona um diferencial na imagem no vídeo deixando o apresentador destacado do fundo.

É importante ter um cuidado especial com este efeito. Para isso, basta dispor uma folha de papel ofício ou cartolina na parte superior da luminária.

Quer saber exatamente como fazer este esquema de iluminação CLIQUE AQUI.

LUZ NATURAL:

Você pode aproveitar a luz natural, mas muito cuidado para não deixar sombras. Nunca grave o vídeo contra a luz (a câmera precisa estar “de costas” para a luz, de forma que você esteja contra a janela).

Se acaso perceber que a iluminação não está correta e notar sombras na cena, basta adicionar alguma fonte de luz posicionando um abajur, por exemplo, de modo a iluminar o ponto necessário.

PASSO 10: Configure a Exposição para o modo “manual”

A maioria das câmeras dos Smartphones ajustam automaticamente a exposição da luz que entra no sensor para todos os tipos de iluminação que podem variar durante a filmagem.

Isso é ótimo para ambientes externos ou onde a câmera está sendo movimentada. Mas, para um ambiente de iluminação controlada (como o que você vai gravar em seu set) é necessário observar a exposição da luz.

Isso significa que qualquer movimento leve que você fizer poderá mudar a intensidade do brilho na cena e acabar com a sua filmagem.

Por isso que para manter a iluminação consistente, é importante que você configure esta função no seu aparelho celular trocando de “modo automático” para “manual”.

Como configurar?

O local e o nome da configuração “exposição manual” é diferente para a maioria dos aplicativos.

Você pode encontrar esta função em:

  • “Configurações da câmera” ou nas opções da câmera na tela.

Recomendo usar um APP específico para gravar no seu Smartphone com mais opções do que o APP que vem instalado.

– Para Android recomendo o: Open Camera

– Para iOS recomendo fortemente que invista no: FilmcPro

PASSO 11: Faça um Vídeo Teste

Antes de gravar, efetivamente, faça um teste gravando um vídeo curto.

Essa é a hora ideal para observar se a iluminação está correta, o enquadramento, se o áudio está sendo captado, etc.

Lembrando que bateria e memória do seu Smartphone deve ser visto com pelo menos 1 dia de antecedência.

PASSO 12: É bom lembrar…

  • Certifique-se de que o modo “exposição manual” esteja ativado, pois às vezes esta configuração desliga automaticamente após concluir o vídeo anterior (neste caso, repita o Passo 10).
  • Esteja atento às mudanças na iluminação: É comum, em gravações externas, acontecer alterações na luz devido a nuvens ou, em um ambiente interno, o ligar e apagar de luzes podem alterar as configurações iniciais e prejudicar o resultado do seu trabalho.
  • Olhe diretamente para a lente da câmera e não para si mesmo na tela: É importantíssimo manter o contato visual com seus espectadores. E é assim que você consegue ganhar a atenção do seu público para mantê-lo assistindo o seu vídeo até o final.
  • Monitore se há sons ou ruídos externos e atividades no ambiente onde você deseja gravar: se houver muita movimentação em segundo plano ou som intermitente, pode ser um empecilho para que o seu público preste atenção na sua mensagem. Neste caso, se for possível, espere até tudo ficar mais calmo, sem sons ou movimentação para começar a gravar.
  • AO INICIAR… Clique em “gravar”, entre em posição e espere pelo menos 3 segundos antes de começar a falar. Desta forma, seus espectadores não terão que assistir você se acomodando enquanto fala (algo que tira a atenção).
  • AO TERMINAR… Antes de apertar no botão “parar”certifique-se de aguardar pelo menos 3 segundos, pois é neste ponto onde você vai cortar o fim do vídeo na edição. De maneira alguma deixe que o espectador perceba que você está desligando a câmera, pois isso dá um ar muito amador ao vídeo.

 

Todo o conteúdo contido neste material está disponível em PDF (e-book) para você baixar aí no seu computador e consultar sempre que precisar:

 

Agora que você conhece algumas técnicas para começar no mundo dos vídeos online, que tal dar o próximo passo e se tornar um verdadeiro expert em vídeos gravados com Smartphones?

Te convido a conhecer o curso que criei pensando exatamente em pessoas como você que ainda não possui um equipamento mais sofisticado, mas que gostaria de começar a divulgar o seu negócio online.

No treinamento COMO GRAVAR MEU PRIMEIRO VÍDEO você vai aprender técnicas básicas para produzir seus primeiros vídeos e testar suas habilidades antes de ir para um próximo nível.

Não tenho dúvida de que se você seguir as dicas que compartilho neste curso poderá sair do absoluto zero e gerar novos clientes, novas vendas e ver o seu negócio crescer por causa dos vídeos.

E se você sonha em ser um Youtuber, chegou a hora de realizar!

Lembre-se que “quem não é visto não é lembrado!”.

Comece HOJE a criar as suas primeiras produções e divulgar seu produto, marca, serviço e seu nome na Internet com um custo baixíssimo mas com a qualidade profissional necessária.

INSCREVA-SE AGORA MESMO 

 

Nos vemos no lado de dentro!

 

Um grande abraço do seu amigo,

 

Michael Oliveira
#VideosVendemMais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...