VideoManager: Uma nova profissão com vídeos

Certamente você já ouviu falar sobre monetização de vídeos como forma de ganhar dinheiro com vídeos. Mas, além da monetização em si, você pode ter um negócio online, tornando-se um VideoManager: uma nova profissão com vídeos, e realizar seu sonho de montar seu próprio negócio.

Eu vivo de vídeos

Eu acho fantástico o que o mundo virtual pode proporcionar para quem acredita e busca viver a independência que empregos comuns não permitem. Imagine morar em qualquer lugar do mundo e ter uma profissão que permita você estar em casa e ainda assim ganhar dinheiro com isso. Isso é totalmente possível! Basta você se capacitar, e, mesmo com poucos equipamentos, prestar serviços para gravando vídeos de qualidade para as pessoas e viver disso.

“Ah, mas eu sonho em ser um Youtuber!”… Tudo bem! Essa dica de hoje é essencial para você que deseja financiar o seu sonho de ser um Youtuber. Mas, você pode ir além e transformar esta dica em uma profissão, ou seja, trabalhar utilizando os vídeos.

Me pergunte como eu sei disso…

É como eu vivo! Basicamente o que eu faço é produzir vídeos para ensinar pessoas a fazerem negócios ou até mesmo encontrar clientes, tendo notoriedade no seu nicho de atuação, educando as pessoas sobre o poder dos vídeos para negócios e as instigo a produzirem seus primeiros vídeos.

O meu público-alvo, geralmente, não é um cara que é super profissional, que filma casamentos ou que são experts em vídeos institucionais. Meu público são pessoas comuns como você que tem sonhos e acreditam que a internet é o meio mais eficaz para gerar engajamento, autoridade, credibilidade e, principalmente, visibilidade com sua audiência.

A verdade é que quando você começa a aparecer mais para seus possíveis clientes muita coisa começa a acontecer.

É isso que quero mostrar para você hoje: que é possível viver de vídeos.

Quero ser um Youtuber de sucesso!

Você sabia que o Youtube é a plataforma de vídeos mais acessada do mundo? Ele está presente em mais de 60 países e é buscado por mais de 1 bilhão e meio de usuários por mês. É nesta mídia que são baixados mais de 100 horas de vídeo por minuto. É claro que uma Rede tão poderosa possui meios para controlar tudo o que acontece a cada clique dado. No caso, o Youtube conta com métricas as quais permitem que cada canal seja reconhecido em função do número de visualizações, inscritos e comentários.

Eu recebo diariamente no meu canal mensagem de pessoas que gostariam de viver de vídeos. E o que eles têm em mente é ser um grande Youtuber.

Bom, a dica principal é: Construa um canal sólido!

  • Eduque-se! Vá atrás de informações, estude, pesquise! Invista em cursos que tenham conexão com o seu nicho.

Nenhum negócio se sustém tendo um mentor medíocre. É necessário, sim, se empenhar e de fato saber o que está fazendo. Mesmo porque o mundo é dos espertos (e eu diria mais: dos inteligentes!).

  • Pense em um nome estratégico para o seu canal como se esta fosse a sua marca e que tenha conectividade com o conteúdo que será compartilhado ali;
  • Pense em uma linha de assuntos que vão construir a identidade do seu canal;
  • Mantenha uma periodicidade nas suas publicações (isso pode ser definido em um calendário pré-estabelecido);
  • O tempo estipulado para cada vídeo é muito importante: Eu sempre digo que um vídeo não precisa ter mais que 5 minutos. Lembre-se que o tempo médio de visualização é mais importante que número de visualizações!
  • Planeje o que será dito no vídeo: Crie uma pauta com tópicos que não podem ser esquecidos na hora de gravar, ou crie um roteiro, palavra por palavra do que você precisa transmitir no vídeo. Organização é tudo!
  • Siga outros youtubers: Não! Eu não estou dizendo para você imitá-los. Tenha a sua fonte de inspiração! Observe detalhes do cenário, postura, efeitos de edição, enfim, tudo o que pode te ajudar a evoluir.

Para ser um Youtuber é preciso fazer algumas coisas que os youtubers fazem: Fazer vídeos (óbvio!), encantar as pessoas, não esqueça de pedir para que elas assinem o seu canal, comentem, enfim, você vai começar a construir a sua audiência.

Para você entender como é possível viver de vídeos no Youtube e a partir daí construir seu próprio negócios com vídeos, CLIQUE AQUI e veja uma matéria do site Pequenas Empresas Grandes Negócios onde é relatada uma história incrível envolvendo um youtuber de sucesso e como foi sua trajetória.

Você pode estar se perguntando: “Eu estou em um emprego no momento e o meu salário não me permite investir em equipamentos no momento. Como vou fazer para não tirar dinheiro do meu bolso agora?”.

Neste caso, vamos ao próximo tópico…

Como financiar o seu sonho

“Como assim, Michael Oliveira? Um banco vai me emprestar dinheiro?”. Não! Não é isso!

Para que o seu sonho de ser youtuber aconteça de verdade você vai precisar investir em tempo para gravar os seus vídeos, pesquisar o conteúdo, tempo para encontrar a “veia”, aquilo que atrai as pessoas para o seu canal.

As pessoas têm a ilusão de que é só gravar alguns vídeos, postar no Youtube e esperar o vídeo bombar com milhões de visualizações, milhões de pessoas se inscrevendo, curtindo, comentando, compartilhando. Mas, sinto em te informar: Não é assim que funciona!

Eu me lembro de uma entrevista com o Whindersson Nunes, onde ele fala que passou 3 anos fazendo vídeos sem se quer uma visualização. Seus primeiros vídeos foram feitos na casa de uma amiga que tinha uma câmera e internet. Para chegar lá ele precisava andar 4 km à pé. Ele gravava o vídeo, editava e baixava no Youtube. Só saía da casa depois de tudo feito! Ou seja, ele tinha muita força de vontade e sentiu que era isso que ele gostava de fazer. E, se você não sabe, no aspecto “youtuber de sucesso”, ele é o MAIOR do Brasil. O cara lidera em visualizações, assinaturas e fama. Sozinho ele conseguiu passar canais como o “Porta dos Fundos”, por exemplo.

Então, a primeira lição que podemos tirar desta abordagem é que você vai precisar dedicar tempo. E para poder dedicar o tempo necessário para você poder se “encontrar” no Youtube, será necessária uma estratégia para poder se financiar, arcar com os custos iniciais.

E, caso, inicialmente, você ainda não tenha um equipamento mais sofisticado para gravar seus primeiros vídeos, você pode usar aquilo que você tem em mãos, como o seu Smartphone, por exemplo. Com esta ferramenta você já consegue gravar os seus primeiros vídeos.

Quanto à sua experiência, não se preocupe, a verdade é que quanto mais você faz vídeos, maior será a sua intimidade com a câmera, e melhor vão ficando os seus vídeos.

Seja para ser um youtuber, ou para que o seu canal alavanque o seu negócio offline, ou mesmo para conseguir maior autoridade dentro do seu ramo de atuação no mercado, os vídeos podem, sim, proporcionar a realização dos seus sonhos.

Não limite suas possibilidades

É lamentável saber que as pessoas pensam que vão ganhar dinheiro do dia para a noite com vídeos no Youtube. Querem dinheiro fácil, sem empenho. Infelizmente este tipo de pensamento banaliza algo que é possível, porém é necessário dedicação e persistência.

Há quem coloque suas expectativas em ser patrocinado, assim como os grandes youtubers são. Saiba que para encontrar um patrocinador, você tem que formar uma audiência sólida, fiel e engajada naquele nicho de mercado que esteja atuando. Também não é algo impossível, mas é necessário paciência e dedicação. E, quando acontecer a proposta de algum patrocinador, você pode se posicionar fazendo a sua contraproposta. Então, já começa a abrir margem para você ter um negócio real online associado à sua imagem no Youtube ou mesmo no Facebook.

Seja um videomanager…

Sim! Esta nova profissão com certeza pode te ajudar a financiar o seu sonho. Ela permite que você possa investir em equipamentos para fazer seus primeiros vídeos, ou até mesmo formar uma equipe, pagar alguém para editar os seus vídeos.

Aliás, é muito importante você saber que quanto mais atividades você mesmo tiver que fazer, ou seja, centralizar todas as atividades em você, menos tempo você vai ter para se dedicar ao estudo e pesquisa para ter conteúdos cada vez mais relevantes para a sua audiência. Por isso, você pode usar os vídeos ao seu favor e investir em uma equipe para lhe ajudar a fazer este seu novo negócio crescer.

Construir um negócio real por trás do seu canal no Youtube:

Atualmente, o maior youtuber do Brasil (já citado neste post), é patrocinado pela Oi, pelo Bobs e outras grandes empresas, e construiu tudo a partir dos simples vídeos diários postados no Youtube. Mas, até chegar ao ponto de conseguir patrocinadores a partir da sua “fama” ou notoriedade na internet, é necessário se manter “vivo” online, e o que vai te manter assim é a continuidade dos seus vídeos no Youtube e entendendo cada vez mais e melhor em como fazer tudo acontecer. Mas, para isso, conforme já venho falando, é necessário investir tempo, se dedicar em pesquisas e estudos do seu nicho, além de investir também na sua “educação” dentro das plataformas de compartilhamento de conteúdos digitais adquirindo cursos, livros e mesmo participando de grupos de estudos que vão agregar ainda mais informações. Isso é muito importante, pois é a partir destas ações que você vai se tornando um expert na sua área.

Você precisa entender o mundo virtual e sua linguagem precisa ter conexão com este mundo. Você precisa efetivamente saber fazer vídeos. E uma forma muito interessante é você começar prestando serviços de vídeos para pequenas empresas, por exemplo.

Uma pequena empresa não tem recursos para contratar uma agência digital ou uma grande produtora, nem terá a visão necessária para investir em vídeos. Muitos donos de pequenas empresas ou mesmo profissionais liberais não entendem ou desconhecem o que os vídeos podem fazer por seus negócios. E é aí que você pode aproveitar e atuar como videomanager.

É claro que você não vai atuar apenas como um videomaker, mas sim como um prestador de serviços que vai alavancar os negócios desta empresa através do videomarketing.

Inicialmente, você nem precisa se preocupar em cobrar grandes quantias, apenas precisa se fazer conhecer e começar com pequenas produções e um número reduzido de vídeos. Apenas para que você consiga se manter e investir no seu acervo pessoal.

Você pode, inclusive, até oferecer alguns serviços gratuitos (que chamamos de pro-bônus) para você construir seus estudos de caso ou cases para construir seu hall de resultados que vão servir de “prova social” aos seus futuros clientes. Ou sejam, estes cases é que vão convencer seus futuros clientes a investirem em você.

O que um videomanager precisa fazer:

1) Criar um calendário de postagens: Definir quais os dias que o seu cliente estará disponível para gravar. Faça uma reunião em um dia específico para definir alguns detalhes como o dia para a gravação, o roteiro, cenário, quem aparecerá no vídeo, o dia, qual o melhor horário, etc.

2) Criar a pauta para os vídeos: Você precisa entender qual o mercado no qual o seu cliente atua e quais as necessidades que esta empresa atende. A partir daí, você consegue ter uma ideia do conteúdo a ser pensado e compartilhado. A pauta vai definir o que será dito em cada vídeo.

3) Gravação: Defina um dia para gravar o máximo de vídeos possíveis. Otimize este tempo, mesmo porque um empresário ou seja qual for o seu cliente não pode “perder” muito tempo. Por isso, você como um bom profissional que é vai pensar inclusive neste detalhe otimizando o tempo do seu cliente e fazendo o máximo para que tudo o que foi definido na pauta seja colocado em prática no dia determinado para a gravação.

4) Editar os vídeos: Estipule um dia para editar os vídeos. Após editado, marque uma reunião com seu cliente para que o mesmo possa conferir o resultado e aprovar.

5) Depois de aprovado, você vai programar a publicação desses vídeos no Youtube.

6) O mesmo vídeo pode virar conteúdo de postagens para um blog. Você pode transcrever o que foi dito no vídeo, pesquisar mais algumas informações que fazem conexão com o assunto e fazer postagens no blog ou site do seu cliente. Além também de poder compartilhar estes posts no Facebook.

7) Responsabilize-se por cuidar da parte de suporte para o canal do seu cliente: Outra possível função de um videomanager é oferecer serviços de suporte para os comentários feitos no canal do Youtube, na fanpage do Facebook ou mesmo no blog. Esta com certeza é uma necessidade latente de quem empreende através das Redes Sociais.

8) Criar Thumbnails para os vídeos no canal do seu cliente: Outro detalhe importante que faz parte das etapas que envolvem o compartilhamento de vídeos no Youtube.

9) Além da possibilidade do conteúdo do vídeo virar texto para um blog, o áudio do mesmo vídeo pode ser usado como conteúdo para um podcast (cuidando obviamente para que não haja nenhuma informação com referência à imagens).

10) Análise das métricas: Um videomanager também pode cuidar de tudo o que foi construído através dos vídeos postados nas Redes Sociais, ou seja, medir os resultados que surgiram a partir dos vídeos. Esta é uma etapa extremamente importante, pois é ela que vai provar que todo o seu trabalho valeu a pena (e sempre vale!). Esta é a parte que vai te autovalorizar.

Em suma, o videomanager é o profissional que cuida de todos os detalhes que envolve o marketing da empresa através dos vídeos.

Invista em conhecimento, capacite-se e busque aprender todos os processos que envolvem a produção de vídeos. Você tem em mãos a oportunidade de atuar como um videomanager, um profissional completo para ajudar a alavancar pequenos ou médios negócios, além de construir seu próprio negócio online.

Gostou da dica? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui abaixo.

Assista o vídeo na íntegra:

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...